ImagemNos últimos filmes de terror que vi, o ápice do medo parece ser proposto para quando uma garota inocente, tomada por uma entidade maligna (normalmente o demônio, o tinhoso, o capeta, o do pé preto, o entorta quadros, o meia frouxa, o “dez degraus”, o topada na quina, o pelo encravado, o foliculite, o elevador parado, o moço do cartório, o gasolina adulterada, o mijada-de-madrugada-no-frio, enfim…), contorce seu corpo ao limite máximo.

Isso me faz pensar até onde chegamos… Nos mexemos tão pouco que fazer alongamento virou sinônimo de possessão demoníaca!

 

 

 

 

 

Imagem

 

 

 

 

Imagem 1

imagem 2

Anúncios