É engraçado como certas coisas tendem a tomar proporções desnecessárias. Uma aluna vai de vestido curto pra faculdade, o pessoal exagera e a brincadeira foge ao controle (para aqueles que conhecem, podem colocar a teoria do comportamento em massa aqui), vira agressão.

Tudo poderia acabar ali mesmo apenas com uma repreensão a alguns alunos e uma calça na gordinha, mas não. A Uniban fez questão de ser trouxa o suficiente pra expulsar a menina, aí tudo mudou. Os alunos se tornaram agressores juvenis, reacionários com ares da ditadura.

A menina vira um ícone da liberdade feminina (se bem que se ela queimar o sutiã, vai precisar recolher as tetas do chão) e, ao invés de ser uma menina metida a sexy e meio vadia (convenhamos) que qualquer cinco minutos de conversa prova que não tem muito a contribuir intelectualmente, torna-se uma nova BBB que nem dentro da casa esteve.

A Uniban foi burra! Primeiro por tomar atitudes precipitadas, se expor demais e dar um passo para trás. A multidão estava errada? Sim, não estamos mais na época da barbárie, se ela quer mostrar celulite “deixa a mina, meu”! Agora, por favor, mídia dos infernos, não façamos duma pessoa vazia um ícone. Se quiser assumir um discurso proteccionista, tudo bem, os fracos, oprimidos e obesos exibicionistas devem ser protegidos, mas não escutados como se fossem Sócrates.

Agora, cá entre nós, em quanto tempo vocês acham que ela estará posando nua (blargh!!!), ou fazendo propaganda de roupas de vadia digo, de verão?

This is the Paris Hilton World!

Anúncios