Mas...

Um pouco de tudo – muito de nada